Sem categoria

Em Minas Gerais, tradição e luta do povo geraizeiro

images rádioA sétima edição da série Caravana Agroecológica adentra o cerrado brasileiro para avaliar a economia de duas experiências agroecológicas. O programa parte de uma contextualização histórica do território do Alto Rio Pardo, no Norte de Minas Gerais, e aborda as estratégias e prioridades para cada família camponesa permaneça construindo sua própria história. O recorte território inclui um cenário de mineração, pecuária e monocultivo de eucalipto no Semiárido brasileiro.

OUÇA O PROGRAMA:

Em comum, as duas experiências possuem identidade geraizeira e estão em transição agroecológica. No programa, são colocados em pauta temas como comercialização, valorização do capital ecológico, segurança alimentar e nutricional, diversidade produtiva, autonomia dos agroecossistemas e adaptação às variações climáticas.

A série Caravana Agroecológica oferece um olhar na contramão da mídia hegemônica, apresentando a viabilidade econômica da Agroecologia para vida de agricultoras e agricultores. Além disso, a série evidencia que a Agroecologia é bem mais que produção orgânica, ao valorizar os ciclos da natureza, o cuidado com a saúde das pessoas e a busca permanente por relações igualitárias entre homens e mulheres, jovens e crianças.

Os programas radiofônicos que compõem a Série retratam as dificuldades e os benefícios encontrados pelos produtores rurais que optam por cultivar os seus alimentos a partir de uma perspectiva ecológica de respeito à natureza. As reportagens têm como base os estudos realizados pelo projeto “Promovendo a Agroecologia em Rede”, executado pela Articulação Nacional de Agroecologia (ANA) com o apoio da Fundação Banco do Brasil e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). A série Caravana Agroecológica é uma realização da ANA, em parceria com a AS-PTA e diversas organizações locais.

 

OUÇA OS OUTROS PROGRAMAS DA SÉRIE:

Pernambuco

Rondônia

Pará

Mato Grosso

Rio de Janeiro

Rio Grande do Sul

Dexe um comentário

*