Notícias

Política de Agroecologia do Brasil recebe prêmio internacional

Verônica Santana – representante da Articulação Nacional de Agroecologia (ANA), da sociedade civil que compõe a Comissão Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (CNAPO) – e Rogério Neuwald, secretário executivo daCNAPO. Crédito da foto: Divulgação

Prêmio Future Policy Award 2018 coroa as melhores políticas em agroecologia e sistemas alimentares sustentáveis.  O “Estado 100% orgânico”, de Sikkim na Índia, ganha o ouro. Políticas do Brasil, Dinamarca e Equador são homenageadas com o Prêmio Prata. A Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (PNAPO) é a iniciativa brasileira premiada.

Hamburgo / Roma, 12 de outubro de 2018 – As melhores leis e políticas de promoção da agroecologia do mundo recebem o prêmio Future Policy Award (FPA) 2018. O “estado 100% orgânico” de Sikkim, na Índia, é o vencedor deste ano do “Oscar de melhores políticas”, dentre 51 políticas nomeadas de 25 países. Políticas do Brasil, Dinamarca e Quito (Equador) levam para casa os Prêmios Prata. O prêmio deste ano é co-organizado pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), o World Future Council (WFC) e o IFOAM – Organics International.

O vencedor do Prêmio Ouro, Sikkim, é o primeiro estado orgânico do mundo. Toda a sua terra é orgânica certificada. Ao mesmo tempo, a abordagem de Sikkim vai além da produção orgânica e provou ser verdadeiramente transformadora para o estado e seus cidadãos. Embutidos em seu design estão aspectos socioeconômicos, como consumo e expansão de mercado, aspectos culturais, saúde, educação, desenvolvimento rural e turismo sustentável. A política implementou uma eliminação gradual de fertilizantes químicos e pesticidas e alcançou a proibição total da venda e uso de pesticidas químicos no estado. A transição beneficiou mais de 66.000 famílias de agricultores. O setor de turismo de Sikkim se beneficiou enormemente da transição do estado para 100% orgânico: o número de turistas aumentou mais de 50% entre 2014 e 2017. Assim, Sikkim é um excelente exemplo para outros estados indianos e países, de como a agroecologia pode ser melhorada com êxito.

Três Prêmios Prata foram concedidos para:

  • Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica do Brasil (PNAPO, 2012): A PNAPO é uma política estrutural desenvolvida com intenso envolvimento da sociedade civil. Em seu primeiro ciclo de atividades contou com investimentos de 364 milhões de euros. Entre outras conquistas, ajudou 5.300 municípios a investir 30% ou mais de seus orçamentos para alimentação escolar em produtos orgânicos e agroecológicos adquiridos de agricultores familiares.
  • Plano de Ação Orgânica da Dinamarca (2011-2020, atualizado em 2015): Como resultado do Plano de Ação, a Dinamarca tem a maior participação de mercado de produtos orgânicos no mundo, com quase 80% dos dinamarqueses comprando alimentos orgânicos.
  • Programa Participativo de Agricultura Urbana de Quito (AGRUPAR, 2002): Com mais de 3.600 hortas urbanas crescendo em 32 hectares e mais de 21.000 pessoas treinadas, a AGRUPAR promove a segurança alimentar, aumenta a renda e melhora as funções dos ecossistemas.

O prêmio Vision Award vai para o TEEBAgriFood, uma iniciativa da “Economia dos Ecossistemas e da Biodiversidade (TEEB)” pela ONU Environment. O TEEBAgriFood desenvolveu uma estrutura de avaliação abrangente para sistemas de alimentos, que ajuda os tomadores de decisão a comparar diferentes políticas e o mercado para valorar os alimentos com mais precisão.

As três Menções Honrosas do Prêmio Future Policy Award, este ano, vão para a Política de Compra de Alimentos de Los Angeles, EUA (2012); para o Programa de Desenvolvimento Agrícola de Ndiob, Senegal (2017); e para o programa Das Armas para as Fazendas, de Kauswagan, Filipinas (2011).

Os vencedores do Prêmio Future Policy Award deste ano serão comemorados em cerimônia no dia 15 de outubro de 2018, na sede da FAO, durante a Semana Mundial da Alimentação, em Roma. Um webcast está disponível em http://www.fao.org/webcast/home/en/item/4874/icode/ e fotos em: https://flic.kr/s/aHskKjojGW

O Future Policy Award 2018 é co-organizado pelo World Future Council, FAO e IFOAM – Organics International, com o apoio da Green Cross International, DO-IT – Dutch Organic International Trade e Sekem Group, Egito.

Declarações do World Future Council, FAO e IFOAM – Organics International:

“Ao intensificar a agroecologia, é possível combater a desnutrição, a injustiça social, a mudança climática e a perda de biodiversidade. Através de políticas eficazes e holísticas, podemos transformar nossos sistemas alimentares de modo que eles respeitem as pessoas e o planeta. Os vencedores do Future Policy Award de 2018 provam que é viável – e como. Os formuladores de políticas em todo o mundo devem seguir seu exemplo e intensificar uma ação política exemplar semelhante!”, afirma Alexandra Wandel, diretora do World Future Council.

Maria Helena Semedo, vice-diretora geral da FAO, afirma: “A transição para sistemas sustentáveis ​​de alimentos e agricultura é fundamental para alcançar o desenvolvimento sustentável, e o Prêmio Future Policy Award 2018 é único, pois destaca políticas que promovem tal transição. A FAO tem o orgulho de homenagear, juntamente com o World Future Council e a IFOAM – Organics International, essa liderança e vontade política.”

“O prêmio Future Policy Award deste ano homenageia políticas excepcionais adotadas por líderes políticos que decidiram agir, não mais aceitando a fome generalizada, a pobreza ou a degradação ambiental. Eles estão comprometidos com melhores sistemas de alimentação e agricultura e alcançaram uma mudança inimaginável”, observa Louise Luttikholt, diretora executiva da IFOAM – Organics International. “Um deles é o ministro-chefe de Sikkim, Pawan Chamling, que estabeleceu uma visão ambiciosa e conseguiu: Sikkim tornou-se o primeiro estado orgânico do mundo – 100% orgânico não é mais um sonho, mas uma realidade, servindo como um excelente modelo a ser seguido.”

Mais informações sobre as políticas vencedoras podem ser encontradas aqui: https://www.worldfuturecouncil.org/future-policy-award-2018-agroecology-brochure

Siga o Prêmio Future Policy Award 2018 no Twitter com #FuturePolicyAward ou # FPA2018

Sobre o Future Policy Award

O Future Policy Award é o único prêmio que homenageia políticas em nível internacional. A cada ano, o World Future Council escolhe um tópico para o Future Policy Award, no qual o progresso da política é particularmente urgente. Em parceria com a FAO e a IFOAM – Organics International, o Prêmio Future Policy Award 2018 destacará políticas que ampliam a agroecologia para contribuir para a proteção da vida e dos modos de produção de produtores de alimentos em pequena escala, garantir sistemas sustentáveis ​​de produção de alimentos e implementar práticas agrícolas resilientes ao clima. Mais informações sobre o Prêmio deste ano estão disponíveis em: https://www.worldfuturecouncil.org/2018-agroecology

Fonte: Divulgação

Dexe um comentário

*