Newsletter

Boletim da Articulação Nacional de Agroecologia – Número 5 – dezembro de 2012

Caso não esteja visualizando as imagens, clique em Mostrar Imagens em seu programa de emails

Boletim da Articulação Nacional de Agroecologia – Número 5 – dezembro de 2012

Articulação Nacional de Agroecologia inicia preparação do III ENA

IMG 0517Mais de setenta pessoas de todas as regiões do país, representando diversos segmentos da sociedade, sobretudo do meio rural brasileiro, participaram do Seminário Convocatório do III ENA, realizado entre os dias 11 e 13 de dezembro, em Luziânia (GO). Durante três dias houve uma intensa troca de informações e debates, na perspectiva da construção do III Encontro Nacional de Agroecologia (III ENA). Foram realizadas palestras com membros da ANA e estudiosos da agroecologia e do desenvolvimento rural, como Maria Emília Pacheco, presidente do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea), e o economista Guilherme Delgado, do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (IPEA), para fazer uma análise da conjuntura sociopolítica no Brasil. Depois os participantes se reuniram em cinco grupos, divididos pelas regiões do país, para sistematizar propostas para os encontros preparatórios locais e para o encontro nacional. Até o momento está prevista para o início de 2014 a realização do III ENA, e três lugares estão em estudo: Amazônia, São Paulo e Brasília. Uma carta convocatória do encontro será produzida nos próximos meses, fruto do processo de discussão durante o seminário.

“Agronegócio procura regiões vulneráveis para se desenvolver”, diz geógrafo

rsz tiagocubasO crescimento do agronegócio no Brasil está vinculado às “mudanças neoliberais nas leis de política agrária”, que possibilitaram a expansão exorbitante do setor sucroalcooleiro, especialmente em São Paulo, diz Tiago Cubas em entrevista à IHU On-Line. Apenas no estado paulista, a “produção total da cana em 1990 era de 137.835.000 toneladas com 1.811.980 hectares”, e aumentou para “386.061.274 toneladas com 4.914.670 hectares” em 2008, informa.

Segundo o pesquisador, questões políticas favoreceram a expansão do setor na economia brasileira. “Com a continuidade do PSDB no estado de São Paulo, com a entrada do governo do PT no âmbito federal e com bastante vínculo construído no estado com o agronegócio através do chefe de gabinete, Antônio Palocci, e o ex-ministro de agricultura, Roberto Rodrigues, a agroindústria da cana-de-açúcar obteve grandes investimentos e um enorme crescimento, tanto econômica como politicamente”, frisa. 

 

A biodiversidade cuidada pelos agricultores do norte de Minas Gerais

caa norte minasEm Montes Claros, Minas Gerais, uma área de formação e experimentação agroecológica, na perspectiva da convivência com o cerrado e o semiárido, se tornou referência em toda a região norte do estado. O Centro de Agricultura Alternativa (CAA) presta assessoria técnica aos agricultores, tem projetos institucionais e vende a sobra da sua produção. Possui uma horticultura, sistemas agroflorestais, um viveiro de mudas, criação de animais e um banco de sementes crioulas, chamado Casa Regional das Sementes. A replicação desses conhecimentos é feita nas comunidades da região, em parceria com cooperativas, sindicatos e associações, além dos agricultores familiares.

 

Projeto de Irrigação do Apodi é ataque ao meio ambiente e aos direitos culturais, históricos e patrimoniais das comunidades locais

apodiCerca de três mil pessoas, em sua grande maioria mulheres, tomaram as ruas do município de Apodi, no Rio Grande do Norte, para expressar seu descontentamento e revolta ao Projeto de Irrigação Santa Cruz do Apodi, conhecido como “projeto da morte”. Um grito de denúncia ecoado pelas centenas de famílias, na iminência de serem expulsas de suas terras e terem sua história apagada, em conjunto com população local e representações políticas nacionais da CUT, Contag, Marcha Mundial das Mulheres e de outros movimentos sociais.

Reflexões sobre o III Encontro Nacional de Agroecologia (ENA)

IMG 0491Antes do diálogo entre os participantes na sistematização das propostas para o III Encontro Nacional de Agroecologia (ENA), foi realizada na manhã de ontem (12) uma análise sobre os primeiros encontros e o processo de construção da Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica (PNAPO), além da questão da participação das mulheres nesses processos. Até o final do Seminário Convocatório do III ENA, realizado entre os dias 11 e 13 de dezembro, em Luziânia (GO), serão definidas as diretrizes, metologias, datas e local do maior evento de agroecologia que ocorre no Brasil. Mais de setenta representantes de diversas organizações estão participando do evento.

 

 

 

“Nosso sonho é a reserva extrativista para garantir uma vida digna”, diz quebradeira de coco

niceApós anos de muitas lutas, as quebradeiras de coco babaçu hoje vendem seus produtos até para outros países, como Itália e Estados Unidos. Para conhecer melhor essa história, conversamos com Maria Nice Machado, da coordenação regional do Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu (MIQCB), no estado do Maranhão. Ela também integra a coordenação do Conselho Nacional das Populações Extrativistas (CNS) e da Associação das Comunidades Negras Quilombolas.

 

 

 

 

A importância da agricultura familiar na alimentação escolar

alimentaçao escolarPor Eduardo Sá

Apesar de ter mais de 50 anos de existência, o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) só teve seu marco legal [Lei 11.947] sancionado em 2009, graças à mobilização da sociedade civil, sobretudo por meio do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea). A disputa travada no Senado não foi fácil, devido à força de setores privados das indústrias de alimentos, refeições coletivas e da bancada ruralista que tentaram, mais uma vez, monopolizar o mercado institucional da alimentação escolar. 


Secretaria Executiva da ANA
Rua das Palmeiras nº 90 – Botafogo – Rio de Janeiro – CEP 22.270-070
http://www.agroecologia.org.br | Acesse a ANA no Facebook
Fone: 21 2536-7390 | Fax: 21 2233-8363
Para deixar de receber o boletim da ANA, clique aqui: [UNSUBSCRIPTIONURL]

Dexe um comentário


*